::

Pesquisar no Blog:

Carregando...

JESUS SEMPRE EXISTIU?

Sempre existiu. Como se lê em João, capítulo primeiro: "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus... o Verbo se fez carne e habitou entre nós". Logo, o Verbo, JESUS, no princípio estava com Deus e era Deus. Então, Deus se fez homem e viveu como homem em nosso meio. JESUS sabia que havia saído de Deus e ia para Deus (Jo 13.3). O próprio Jesus afirmou que voltaria para o Pai e prepararia nosso lugar nos céus (Jo 14.2-4)

"Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu. O principado está sobre os seus ombros, e o seu nome será: MARAVILHOSO, CONSELHEIRO, DEUS FORTE, PAI DA ETERNIDADE, PRÍNCIPE DA PAZ". Isaías 9.6. Uma das mais objetivas afirmações sobre a eternidade de Jesus está em Isaías 9.6:

terça-feira, 1 de novembro de 2011

PEÇA TEATRAL PARA CULTO DE MISSÕES (PEÇA 2):

Peça: Chorar ou Pregar ?

Esta peça foi escrita com inspiração divina e tem como objetivos alertar que, algumas situações que passamos, não são sinônimos de luta ou tribulação mas sim uma oportunidade para pregar o evangelho. Além disso, conscientiza a igreja da importância de sua missão, que é falar de Jesus. Rita, a personagem principal, vive o drama de ser vizinha de um Pai de Santo, uma prostituta e um drogado.
Espero com esta que Deus abençoe de maneira grandiosa, tanto os que pretendem apresentar quanto aos seus espectadores. Toda honra, glória e louvor sejam dadas ao Pai, o Deus eterno !

Personagens:

Rita

Alessandra
Jesus ( só a voz, não precisa aparecer )
Pastor ( só a voz, não precisa aparecer )
Pai de Santo
Maconheiro
Prostituta

Cenário ( são dois ):

Sala de um apartamento
Inferno ( pode-se ter efeito de luzes, fumaça, etc. )

Necessário:

Música ( de terror / suspense; para a cena 2 )
Efeitos de luzes ou, pelo menos, que se use luz bem fraca, na a cena 2

Rita ( chegando em casa, sozinha ): Que dia difícil viu, meu Deus, que tribulação...
( sente o cheiro ) Misericórdia, esse cara tá queimando incenso de novo ?! Todo dia é uma batucada danada nesse apartamento e esse cheirão de incenso; quando o drogado de baixo dá um tempo com o cheiro de maconha, a atribulada de cima acende esse maldito incenso. Oh tribulação viu...

Alessandra bate na porta...

Mas que coisa, não se pode ficar em paz...
Já vai, já vai, oh tribulação viu !

( abre a porta )

Alessandra: Oi amiga.
Rita: Oi. Tudo bem ?, a paz do Senhor. Entra. ( entra )
Alessandra: A paz irmã; paz mesmo porque eu tô precisando muito viu...
Rita: ah, e eu então, tô com prova de todos os lados.
Alessandra: nossa, mas que cheiro é esse ?
Rita: incenso !
A: Incenso ?
R: você não viu nada irmã. Eu tô passando uma luta que não acaba mais: no apartamento de cima mora um pai de santo; todo dia essa hora é isso ai que você tá vendo, esse cheirão de incenso e uma batucada do inferno.
O vizinho aqui de baixo é maconheiro, quase todo dia esse atribulado fica fumando maconha na janela e ouvindo aqueles rap que dá nojo. E pra completar a luta a outra vizinha é prostituta.
Alessandra: Prostituta ?
Rita: É, prostituta mesmo. Nesse apartamento é um movimento danado; o dia inteiro essa porta fica abrindo e fechando. Acho que seria mais fácil essa atribulada colocar uma porta giratória.
Alessandra: É irmã eu tô passando por luta mas essa sua, só a graça viu; acho que você deveria orar, fazer umas campanhas...
Rita: Que nada irmã; já orei, já jejuei, subi monte, desci monte, já fiz campanha e não adiantou nada.
Alessandra: Mas você orou antes de mudar pra cá ?
Rita: Nossa e como... eu lembro até hoje quando Deus falou diretamente ao meu coração, dizendo que era exatamente esse o apartamento que ele havia preparado para mim.
Alessandra: Então é de Deus irmã.
R: Mas como pode ser de Deus essa tribulação ?
A: Sei lá, Deus pode ter algum propósito.
R: Que propósito o que, Deus não iria querer que eu vivesse nessa tribulação não. Pensando bem, acho que vou chamar o pastor pra vir orar aqui, pra repreender esses tribulosos.
A: Chiii, se eu fosse você eu nem perderia seu tempo.
R: credo, não fala assim do pastor.
A: Ah eu falo mesmo; aquele lá é um zero a esquerda, crente igual ele qualquer um é. Mudando de assunto; domingo o grupo de jovens vai cantar no culto de missões.
R: então eu não vou !
A: Você não vai ver agente cantar ?
R: não é isso, é que eu não vou nos cultos de missões.
A: Por que ?
R: Porque todo culto de missões é a mesma coisa. Tudo o que fala nesses cultos eu tô cansada de ouvir. E outra, eu não tenho chamado pra missões.
A: Eu também não gosto muito de culto de missões, mas eu vou porque nós vamos cantar e também porque o cara que vai pregar é uma gracinha.
R: Que isso, onde já se viu, ir no culto só pra ver o pregador ?!
A: ah mas aquele vale a pena viu... Viu, e a irmã que mora no apartamento de baixo, parece que ela tá meia sumida da igreja.
R: chiii, nem me fala, é outra tribulação na minha vida.
A: nossa, mas ela é metida a ser super-espiritual. Então aquilo tudo é farsa ?
R: não, o problema não é ela, é o filho dela. É só a ela sair que o atribulado do menino traz um monte de moleque pra fazer bagunça ai dentro. O problema é que os meninos que tá vindo ai, não tem fama de serem boa gente.
A: É inclusive eu já ouvi falar que o menino tá até usando droga né ?!!!.
R: olha irmã, eu não sei viu, prefiro não afirmar
A: pois eu sei viu, ele usa sim, usa sim porque já me falaram. Inclusive falaram que ele tá até roubando por ai.
R: Será ?
A: Será não, já é ! Essa irmã não faz idéia da cobra que ela tá criando. Irmã, o papo tá bom mas eu já vou indo, porque preciso passar na casa da irmã Karina, pra saber das novidades.
R: novidades ?
A: É, quando eu quero saber se aconteceu alguma coisa, eu vou lá; aquela mulher tem 2 metros de língua.
R: Tudo bem então irmã.
( Se despedem e Alessandra vai embora )
R ( falando sozinha, em voz alta ): Oh Deus, mais essa... Além do pai de santo, do maconheiro e da prostituta agora sou vizinha de um ladrão Senhor. Por que Senhor, por que ? Quando eu penso que a tribulação vai acabar ela aumenta... É no trabalho, é em casa, eu não tenho mais sossego. ( pega a bíblia - implorando ) fala comigo Senhor, por favor, eu preciso de um consolo... ( fecha os olhos e abre a bíblia, então lê... ) < Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. > O Senhor não quer falar comigo Senhor ? vou abrir de novo, por favor, fale comigo. ( fecha os olhos e abre a bíblia, então lê... ) < ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra. > ah, desisto – Deus não quer falar comigo hoje.
Ah, já sei, acho que vou ligar para o Pastor, quem sabe Deus não usa ele pra falar comigo.
( Liga para o Pastor, que deve estar em outro lugar, com microfone, de forma que se ouça apenas sua voz ) Alô, Pastor Giltúlio ? ( Se quiser, pode colocar um nome parecido com o do pastor da igreja ) Aqui quem fala é a irmã Rita, a paz do Senhor, tudo bem ?
Pastor: Tudo bem irmã, graças a Deus. Olha, foi de Deus a irmã ter ligado, tenho algo pra falar para irmã.
Rita: é mesmo pastor ? ( entusiasmada )
Pastor: é irmã !
R: o que é pastor ?
P: é que, no próximo sábado, nós vamos fazer um evangelismo e eu gostaria de contar com você irmã.
R: ( decepcionada ) Ih pastor, sabe o que é, é que no sábado eu tenho compromisso...
P: olha, eu entendo, mas pense bem viu, nós temos que pregar a Palavra em tempo e fora de tempo porque Jesus está às portas.
R: é que no sábado não dá mesmo pastor; inclusive, eu vou ter que desligar porque preciso limpar a casa, só liguei mesmo pra saber se está tudo bem.
P: tudo bem então irmã, obrigado pela ligação e fique com Deus. Viu, gostaria de deixar um versículo para que a irmã medite, está lá em Atos 1:8, leia depois.
R: tudo bem pastor, obrigado, paz do Senhor.
( desliga o telefone )
R: ah... mais essa, evangelismo agora.... vamos ver esse versículo ( abre a bíblia em atos 1: 8 e lê alto... ) < “ ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém... “ >
( um pouco irritada ) Meu Deus será que ninguém me entende ? Por que essas palavras ? Eu estou na luta, com inimigo de todos os lados, eu preciso é de consolo, CONSOLO ...
( Senta-se no sofá e começa a orar, vai relaxando até que adormece, com a bíblia nos braços. Enquanto dorme, Rita tem um sonho. O sonho deve ser reproduzido pelos demais personagens, na parte baixa ou em outro lugar do palco, tendo uso de pouca luz ( c/ feitos, se possível ), além de música apropriada- é a cena 2 ).

Cena 2
( Esta cena se dá “ no inferno “. Na verdade, os vizinhos da Rita, morreram e foram para o inferno, então, devem tentar reproduzir a agonia do inferno, enfatizando que não foram salvos porque, mesmo sendo vizinhos de crente, não ouviram sobre Jesus e o inferno. A amiga, Alessandra, também vai, representando o crente infiel )


Falas para os personagens, “ no inferno “ ( cada personagem, depois de falar, se retira de cena “ agonizando” ... )

Prostituta: Socooorro, Socooorro, por favor tire-me daqui. Por favor alguém me ajude. Eu não quero mais ficar aqui, esse lugar horrível. Por que aquela crente não me falou de Jesus ? Por que ela nunca pregou pra mim, por que ? Por que ? Por que ela não me disse que eu viria para o inferno ? Eu não quero mais ficar aqui, alguém me ajude, por favor, por favor....


Macumbeiro: Não, não, não... Tá queimando.... Por que ninguém me falou que aqui seria assim ? Por que, por que ? Por que aquela crentinha nunca me falou nada ? Por favor, tirem-me daqui, tirem-me daqui.... Esse lugar é horrível !

Alessandra: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim. Por favor, eu me arrependo, eu me arrependo. Eu sei que eu fofocava, que eu falava mal do irmãos, que eu mentia, mas por favor, tem misericórdia de mim... Socorro, alguém me ajude, eu não quero ficar aqui.... Socooorro !

Maconheiro: Eu quero sair daqui... não, não, nããão... Por que os crentes não insistiram em pregar pra mim, por que ? Por que não me falaram mais ? Eu ia aceitar, eu ia... Eu já estava quase aceitando... Tá doendo demais, esse lugar é horrível, horrível...

Depois disto, Rita desperta de seu sono ( acendem-se as luzes )

Rita ( arrependida ): Senhor, então era isso ?! Agora eu entendo, o Senhor me colocou aqui para que eu fale do seu amor para essas pessoas... Durante todo o tempo o Senhor desejava que eu apenas falasse, que eu testemunhasse. Então, isso não é uma provação Senhor. Como pude ser tão insensível, por favor Pai, me perdoe.... ( se ajoelha )

Jesus ( só a voz, personagem não precisa necessariamente aparecer... ): Levante-se minha filha, não há razão para que se entristeça, ainda há tempo. Eu amo todas aquelas pessoas que você viu no Sonho e eu a escolhi para que saibam que morri por eles.

R: Sim Senhor, desejo cumprir o teu querer, mas ao mesmo tempo me sinto impedida porque não posso fazer isso sozinha pois não tenho condições financeiras, não tenho suporte, não tenho nada.

Jesus: Vocês está vendo essas pessoas a sua frente ?!? Essa é a minha igreja, o meu povo, eles irão te ajudar.

R: Mas eles não vão querer Senhor, eles estão muito ocupados, preocupados com seus problemas, com seus bens, com seus filhos. Eles vão dizer que tem coisas muito mais importantes pra fazer...

Jesus: Nada é mais importante que a salvação nem mais urgente que a minha causa.

R: Mas serás que eles vão entender ?

Jesus: Eu falarei aos seus corações e vos farei entender o quanto é necessário e urgente que se faça missões... as verdadeiras ovelhas reconhecerão a minha voz.

R: Tudo bem Senhor, tudo bem, eu vou... ( começa a se retirar )

Jesus: Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda a criatura, pois dentro em breve o Filho do Homem a de vir sobre as nuvens para buscar os seus...

ADQUIRA UMA APOSTILA CONTENDO CINCO PEÇAS INÉDITAS, ENVIE UM E-MAIL PARA 'ministerioungidospordeus@yahoo.com.br' E SAIBA COMO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails